Acorda em saco preto na funerária após óbito declarado

8653

O mundo todo está vivendo momentos difíceis nesses últimos dias, mas o sofrimento de uma família enlutada não pode ser comparado a nenhum outro.

Muitas famílias estão sofrendo por perderem seus entes queridos sem ao menos poderem dizer adeus, pois por conta da pandemia de covid-19, os velórios são proibidos.

A família de Gladys Rodriguez Duarte, que mora em San Fernando no estado de Coronel Oviedo, no Paraguaí, passou por momentos semelhantes ao que foi mencionado acima.

Mas, sua história teve uma reviravolta inesperada e no final tudo acabou bem.

Tudo aconteceu quando a mulher de 46 anos de idade, foi diagnosticada com um câncer no ovário e foi encaminhada às pressas para o hospital após ter uma piora em seu estado de saúde.

Dias depois, a equipe médica atestou o óbito e o corpo dela foi encaminhado para a funerária, onde aguardava o carro para levar o corpo ao cemitério.

Foi um funcionário observou que o saco onde Glayds estava, começou a se mexer, ele então abriu a embalagem rapidamente e conseguiu salvá-la.

Ela foi reencaminhada ao mesmo hospital, recebeu o devido atendimento e agora continua lutando contra o câncer e a família pode ver o seu sorriso novamente.

Veja também:  Idoso senta-se com foto de falecida esposa junto à praia todos os dias