As mãos que te criaram são as únicas que te apoiarão sempre

14

As mães são verdadeiramente únicas, têm sempre os braços abertos e as mãos prontas para receber todos aqueles que precisam do seu apoio.

Elas têm mil soluções para cada problema que surja na nossa vida, e mesmo diante de dificuldades, elas nunca desistiram e nunca desistirão.

Só quando se é mãe é que se entende realmente tudo o que uma mãe fez e, provavelmente ainda faz, pela sua família. Ser mãe muda uma pessoa para sempre e também a forma como se vê as coisas.

Quando alguém se torna mãe, é como se os seus olhos se abrissem e pudesse ver claramente a grandeza de quem a criou com amor e sacrifícios. As mãos de uma mãe nunca são esquecidas, porque foram as primeiras que estiveram lá para nós.

As mãos de uma mãe são as primeiras que seguramos quando temos medo ou dificuldades. São as mãos que curaram as nossas feridas depois de cairmos, as mãos que nos prepararam tantos almoços e jantares, as mãos que nos acarinharam para adormecermos serenamente.

“Um dia, quando tu fores mãe, entenderás”, ouvimos dizer isso muitas vezes. E agora, podemos finalmente entender o porquê de tantos pequenos e grandes gestos que nos ajudaram a crescer.

Finalmente compreendemos as dificuldades e sacrifícios escondidos por trás de todas as escolhas que muito nos incomodavam. Percebemos que até a mais pequena ação como escovar o nosso cabelo e os nossos dentes era um gesto de amor diário e constante.

A mãe é a primeira heroína dos seus filhos, porque faz tudo por eles. Nunca para. Ela nunca deixa de ser mãe, mesmo quando eles crescem. Ela continua lá com as mesmas mãos cheias de amor para dar.

Veja também:  Se você tem medo da solidão este texto é para si, leia e siga seu caminho

As mães são absolutamente únicas e insubstituíveis, têm sempre os braços abertos e as mãos prontas para nos amparar.

Têm sempre soluções para todos os nossos problemas, para garantir que não vamos abaixo mesmo quando as coisas complicam, porque nunca desistirão de nós.

As mãos de uma mãe nunca são esquecidas, porque o seu calor é mágico, e quando alguém se torna mãe, o seu maior sonho é conseguir ser para os seus filhos o que essas mãos ainda são para si.