As pessoas não se apaixonam pelo físico mas sim pela forma como são tratadas

10

”Nosso íntimo depende de atitudes, daquilo que sentimos, do que nos fazem sentir, para muito além dos olhos….” Há um ditado popular que diz que “pisa que cola”, mas isso não representa a verdade, pelo menos não para as pessoas que terão os melhores relacionamentos.

Quando conhecemos alguém, geralmente a primeira atração é física. Não que a pessoa precise ser a mais linda e perfeita do mundo, mas ela tem que nos fazer sentir algo especial. .

Um olhar, um sorriso, um gesto, algo precisa “brilhar” aos nosso olhos, e dai começa o interesse. Mas a atração física tem um tempo limitado de duração. Não que você deixará de se sentir atraído por alguém extremamente bonito, por exemplo, mas o que fará a vontade de permanecer perto da pessoa continuar, serão outras virtudes.

Com o passar do tempo, ficará aquela pessoa que consegue nos tocar a alma. Aquela pessoa com quem sentimos uma afinidade que por muitas vezes nem conseguimos explicar. Nosso intimo depende daquilo que não é explícito, ele precisa de atitudes, gestos, palavras, e sensações para se manter ligado a alguém.

O envolvimento afetivo é mais importante que muitos relacionamentos apenas carnais. Isso explica pessoas que se apaixonam mesmo de longe, muitas vezes sem nem ter se visto pessoalmente. Mas nas conversas, no modo como se entregam, na verdade e cumplicidade que emana de cada um, o laço emocional vai se estreitando, e nesse momento, ver pessoalmente é apenas uma questão de tempo, mas o mais importante já está instalado.

Veja também:  Ninguém é muita areia para o caminhão de ninguém

A verdade é que o sentimento forte, vai muito além dos olhos, e transcende barreiras de tempo e espaço. Essas pessoas geralmente tem uma coisa em comum, a autoconfiança. Elas não se amam porque necessitam uma da outra, elas se amam porque escolhem isso, por se sentirem identificadas, e então se complementam. Por isso, toda vez que você estiver se envolvendo com alguém e perceber que a pessoa se doa muito menos, que ou só responde quando quer. Que some e depois aparece.

Que uma hora diz que quer você e outra hora demonstra que não. Essa pessoa não é um amor verdadeiro, e o que você sente pode estar muito mais ligado a uma ilusão de posse, do que a uma história de amor verdadeiro.

Pessoas que se ama de verdade, se sentem amadas.. Com o passar do tempo, a beleza vai sumindo, e incrivelmente para esses casais a admiração só vai aumentado. Porque o amor vai muito além de desejo do corpo. É o desejo de ir para qualquer lugar junto.

De ter a certeza que no mundo, alguém estará com você, independente da maré. A reciprocidade é automática. E esse tipo de amor, nunca nasce de um fugindo e o outro correndo atrás. Esse tipo de amor, vem da troca espontânea. E acredite, no amor, é muito melhor ser escolhido, do que ser necessário..

imagem; pixabay

via; revistapt