Gatinha agarra as pessoas que mais gosta para não ficar novamente sozinha

Uma gatinha que nasceu fora, cresceu agarrada as suas pessoas, para não ficar sozinha novamente.

Uno, um chita diluído, nasceu fora de um gato selvagem. Ela foi separada de sua mãe muito cedo e se viu negligenciada e precisando de resgate. Marlena, fundadora do Be Their Voice Animal Rescue (em Atlanta, GA), soube de sua situação e entrou em ação.

“Eu a peguei naquela noite. Ela tinha cerca de cinco semanas com base em seus dentes e características físicas.”, Marlena compartilhou com o site.

O gatinho era apenas pele e ossos, coberto de sujeira e com muita fome.

“Nós corremos direto para o mais próximo de nossas casas de resgate em busca de suprimentos para alimentá-la. Ela amamentou a mão da minha amiga durante todo o caminho até lá.”

A pequena bola de pêlo inalou 850 gramas de fórmula de gatinho nos primeiros 20 minutos após ser resgatada. Eles continuaram a alimentá-la com mamadeira a cada quatro horas e rapidamente descobriram o quanto ela ansiava por um amigo constante.

Uno gritava a plenos pulmões quando era deixada sozinha por um breve momento. No segundo em que seu povo retornou, ela tentou subir pelas pernas com suas microgarras e até tentou subir em seus ombros.

Apesar de ser tão pequena, ela estava equipada com um conjunto de canos e um forte motor de ronronar.

Gatinhos amamentando têm a melhor chance de sobreviver e prosperar quando estão com sua mãe gata. “Há certos momentos em que a intervenção é apropriada – se eles estão feridos ou visivelmente doentes.”

Sugestão:  5 signos mais teimosos

Felizmente, um bom samaritano estava ciente da situação em que Uno se encontrava e procurou ajuda para ela.

Uno decidiu ignorar todas as camas de gato e, em vez disso, ela dormia nos ombros, no peito ou nos braços de seu povo.

A doce chita mamaria nas orelhas ou no rosto de sua mãe adotiva e se agarraria a ela depois de cada refeição. Ela conseguiu dormir tranquila sabendo que era amada.

Uno seguia seu povo aonde quer que fossem, pedindo para ser pega e embalada como um bebê.

Ela derretia e adormecia profundamente ao ser abraçada. Ela era uma grudenta e uma buscadora de atenção, e só queria ser cuidada o tempo todo.

Nas semanas seguintes, ela aprendeu a comer de um prato como um grande gatinho. Uma vez que seus problemas estomacais foram resolvidos, ela começou a absorver nutrientes e a crescer aos trancos e barrancos.

Não só ela alcançou o tamanho, mas seu nível de energia disparou.

Uno descobriu como lutar com brinquedos que tinham o dobro do tamanho dela. Ela os enfrentaria com tanta ferocidade e pularia pela sala como se tivesse molas sob os pés.

Ela era confiante, corajosa e aventureira, e nunca recuou em nenhum desafio lançado a ela.

Uno passou a socializar com outros gatinhos adotivos para ajudar a eliminar sua síndrome de gatinho único. Quando ela conheceu Tess, o gato malhado, eles imediatamente se deram bem, como se sempre tivessem sido irmãos de ninhada.

Sugestão:  8 sinais que o seu cão está com ciúmes

Uno aprendeu sobre limites e apreciou cada momento de aconchego com seus amigos peludos. Ela era especialmente apegada a Tess e as duas formavam um vínculo adorável.

Quando chegou a hora da adoção, a dupla encontrou seu lar para sempre juntas. Algumas semanas depois, eles deram as boas-vindas a um terceiro gatinho, Bessie (do mesmo resgate), em sua equipe.

A mãe eterna de Uno compartilhou que ela ‘é uma princesa e é sempre a primeira a comer, e os outros apenas deixam. Ela costumava ser a que seguia as outras, e agora ela é uma líder. Ela ainda gosta de mamar, mas agora damos um cobertorzinho para ela.”

“Desde o primeiro dia, ela tem sido uma sobrevivente atrevida e forte. Sua vontade de viver é incomparável e incrível de se experimentar. Estou muito grata por ter tido a oportunidade de resgatá-la”, disse Marlena ao site. via:lovemeow

Gostou do artigo?

Média: 3.6 / 5. Votos: 7

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

5 signos mais fiéis

5 signos mais cruéis