Homens que usam barba grande carregam mais germes que cães, revela estudo

164

Na atualidade moderna, podemos perceber que cada vez mais muitos homens têm aderido à barba em suas vidas. Até mesmo, existem clubes e contas nas redes sociais para que eles possam trocar experiências, quanto ao tratamento da barba.

Recentemente, um estudo descobriu que os homens que optam em deixar suas barbas crescerem, não são altamente limpos. Na realidade, os marmanjões podem ser mais sujos que os cães.

É isso mesmo, você não leu errado! Seu cãozinho de estimação pode ser muito mais limpo do que qualquer homem barbudo que você conheça por aí. Foi feito um estudo onde foi comparado cotonetes de 18 homens barbudos com cotonetes de 30 cães.

O estudo foi feito em variedades raça de cães, e nos homens a idade variava entre 18 a 76 anos. Ao final da pesquisa, foi possível notar que quase 50% dos cotonetes das barbas haviam bactérias consideradas perigosas para a saúde.

Os estudantes descobriram uma carga maior de bactérias nas amostras retiradas das barbas, em comparação aos pelos dos cachorros. Por meio dessa descoberta, podemos considerar nosso animal de estimação, muito mais limpo do que qualquer homem barbudo.

Nos resultados das amostras dos barbudos de plantão, notaram altos níveis de microbianos. Dentre as 18 barbas separadas para o teste, 7 voltaram com um resultado preocupante de micróbios perigosos. Essas bactérias podem fazer com que o individuo fique doente.

Já nos cães, 23 dos 30 apresentaram os níveis altos de microbianos, já os demais tiveram contagens médias. Portanto podemos dizer que houve quase que um empate entre os barbudos e os cães.

Veja também:  Não permita ser julgado por quem não vive sua luta

Alguns homens não aceitaram o resultado final do estudo, dizendo que seria possível encontrar qualquer coisa desagradável se você colocar o cotonetes nos cabelos ou nas mãos.

Outros disseram não acreditar que sua barba não fosse higiênica. Por isso recomendamos manter o local sempre limpo e seco, para se livrar das bactérias.

via: relieved