Mulheres estressadas têm maior probabilidade de engravidar de meninas, aponta estudo

59

Um estudo realizado na Universidade de Oxford, localizada na Inglaterra, indica que as mulheres que sofrem com estresse, semanas antes de engravidarem, têm maiores chances de conceberem meninas.

O estudo relacionou o estresse com os níveis elevados de cortisol no organismo da mulher. A pesquisa contou com a participação de 338 mulheres que estavam tentando engravidar, onde diariamente eram coletadas informações sobre a vivência sexual e pessoal das mesmas, relatando suas emoções e sentimentos.

O cortisol é um hormônio liberado quando estamos estressados e seus níveis também foram medidos nas participantes do estudo. Os níveis de cortisol podem ficar elevados devido a vários motivos, sendo os dois principais identificados como a pressão no trabalho e problemas no relacionamento.

Para dar mais veracidade ao estudo, foi observado, também, o número de nascimentos de meninos nos Estados Unidos após o acontecimento de 11 de setembro e após a crise econômica ocasionada pela queda do Muro de Berlim.

Após a pesquisa, foi identificado que quando a mulher passa por situações estressantes a probabilidade de conceber uma criança do sexo feminino é de 75%.

Apesar do estudo ter evidenciado que o estresse diminui a probabilidade de se ter um menino, não existem dados científicos que expliquem como o cortisol age no desenvolvimento do feto, porém acredita-se que este hormônio dificulte a implantação de embriões de sexo masculino no útero materno.

via: educadoreslive

Veja também:  Mulher pede divórcio em três minutos de casamento após marido chamá-la de "estúpida"