Pessoas inteligentes gostam mesmo é de ficar em casa

24

A revista científica British Journal of Psychology, surpreendeu o mundo com essa revelação que favorece o estilo de vida dos mais caseiros.

Isso mesmo, para eles, os que gostam de festejar podem até ser mais felizes e se sentirem melhor em relação a vida, mas os mais inteligentes gostam mesmo é de ficar em casa.

Foram 15 mil pessoas analisadas nessa pesquisa, e elas fazem parte de uma gama diversa de pessoas, com estilos de vida diferentes, de cidades, religiões, sexos e gêneros diferentes, e ela revelou sem pestanejar que ficar em casa é o hobby preferido de quem possui o QI mais elevado.

Uma das conclusões dos psicólogos foi que os seres mais inteligentes experimentam uma satisfação menor com o aumento do contato interpessoal com seus amigos ou conhecidos.

Satoshi Kanazawa e Norman Li, foram os psicólogos responsáveis em descobrir que em cidades com muita população as pessoas são menos felizes enquanto em comunidades menores a sensação de felicidade é maior.

Mas a conclusão quando estudados os que possuem QI mais elevado foi que eles sentiam a mesma sensação de bem-estar quando ficavam sozinhos em casa.

Para os pesquisadores, as pessoas mais inteligentes possuem uma maior capacidade de resolver problemas. Explicam que as pessoas com alto nível de QI enfrentam menos dificuldade para entender e lidar com situações evolutivamente novas.

Se pensarmos que a evolução do cérebro tende a ser cada vez maior, podemos concluir com esse estudo que o futuro da população mundial é se isolar em seus mundos internos e em suas casas.

Veja também:  16 Nomes para meninas que vão ser tendência em 2020

via; contioutra