Valentina, a mulher que mais teve filhos no mundo, 69 no total

Diga-me, se puder, quantos filhos uma mulher poderia ter em sua vida. Bem, Valentina Vassilyev foi a primeira esposa de um camponês da Rússia, cujo nome era Feodor Vassilyev de Shuya.

Eles viveram no século 18, e acredita-se que Valentina nasceu em 1707 e morreu em 1782. Segundo o Guinness Book of Records, ela é “a mulher com mais filhos em toda a história”.

Normalmente, as famílias têm um, dois ou três filhos, e alguns talvez mais alguns, especialmente nos séculos passados, quando os filhos também eram usados ​​como ajudantes nos campos. Mas ela conseguiu deixar uma prole de 69 filhos.

A mulher teve 27 partos, sendo 16 gêmeos, 7 trigêmeos e os outros 4 quadrigêmeos.

Como é possível? De acordo com a BBC, a mulher poderia ter 37 semanas de gravidez de gêmeos, 32 semanas de gravidez de trigêmeos e 30 semanas de gravidez de quadrigêmeos. De todos os filhos que ela teve, todos, exceto dois, teriam sobrevivido.

Havia uma lista enviada pelo mosteiro Nikolskiy a Moscou em fevereiro de 1782, mostrando que Feodor tinha 82 filhos vivos nessa época, frutos de dois casamentos, publicada em 1834 no “Panorama” de São Petersburgo.

(Imagem:Twitter)

“The Lancet” afirma que a Academia Francesa de Ciências tentou investigar o caso e a família, que morava em Moscou, recebia ajuda do governo.

Por outro lado, em 1783, a revista “Gentleman’s Magazine” destacou a “extraordinária fecundidade” de ambos os pais, especialmente a de Feodor, já que a história se repetiu com sua segunda esposa (embora não tão extensa).

Sugestão:  Pai faz andador para bebê com canos de PVC, não tinha dinheiro para comprar um

Estudos mostraram que a capacidade de engravidar diminui após cada gravidez, embora as mulheres possam dar à luz muitos filhos.

Além disso, estudos sugerem que homens com mais de 50 anos têm até 38% menos chances de engravidar uma mulher, em comparação com aqueles com menos de 30 anos.

É difícil saber quando eles tiveram seu primeiro filho ou quanto tempo Valentina conseguiu ter filhos, mas pode-se ver que eles tiveram muita sorte com tamanha fertilidade.

“Parece fantasia. 69 crianças? Uau!” James Segars, diretor do Departamento de Ciência Reprodutiva e Pesquisa em Saúde da Mulher da Universidade Johns Hopkins, disse à BBC.

A verdade é que ao longo destes anos, muitas pessoas acreditam que a história de Valentina é real, embora existam muitos outros que pensam que é impossível. Vários dados teriam de ser obtidos a este respeito.

A primeira é a existência de ovulação múltipla, quando o corpo da mulher libera vários óvulos por ciclo. Especialistas duvidam que as crianças possam sobreviver, mesmo com a ciência tão avançada quanto hoje. Além disso, naquela época, toda gravidez é um risco.

A família Radford, no Reino Unido, teve 16 filhos, ou o caso de Nadya Suleman, a mãe que teve óctuplos, conseguiu ter 14 filhos.

Por sua vez, Mariam Nabatanzi é uma mulher ugandense que, aos 40 anos, tem 45 filhos, embora 6 deles tenham morrido.

Mais casos atuais que já pareciam incríveis, mas bem diferentes de um número tão alto desse casal de quase 300 anos atrás. via:larazón

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

3 signos mais dramáticos

4 signos mais orgulhosos