7 coisas que você faz que os seus filhos não gostam

Filhotes são adoráveis ​​bolas de pelo que você adoraria acariciar e acariciar o dia todo.  

Mas, os novos pais de animais de estimação precisam entender os gostos e desgostos de seu adorável cão antes de começar a treiná-los.  

Lembre-se sempre da regra: compreenda antes de ser compreendido!

Além disso, estranhos, crianças e visitantes cometem alguns desses erros comuns que os cães odeiam nos humanos, mas não conseguem expressar.  

As ações a seguir podem criar suposições erradas sobre você na mente canina. 

Eu me pergunto quantas vezes meu pitbull bebê, Charlie, me odiou por fazer essas coisas com ele!

1) Comandos verbais vs. linguagem corporal

Os novos pais de cães não sabem que os filhotes entendem mais a linguagem corporal do que os comandos verbais.  

A pesquisa mostrou que os cães podem reconhecer as emoções humanas pelas mudanças em suas expressões e comportamento.  

Os novos pais naturalmente darão a maioria de seus comandos verbalmente. O filhote então não conseguirá entendê-los e ficará confuso. 

Os cães odiarão quando o dono gritar com eles por sua incapacidade de entendê-los.  

Eles não estão “fingindo”, simplesmente não estamos transmitindo a mensagem de maneira adequada.

Os cães recebem sinais confusos quando há uma disparidade entre suas palavras e ações. Por exemplo, comandar um cão para “sentar” quando seu corpo está inclinado para a frente e o braço está apontando para o chão.  

Provavelmente vai confundir o cão ao conectar seu comportamento opressor com os sinais verbais desconhecidos.

Sugestão:  11 sinais que o seu cão está com dor

2) Muitos Abraços

Quando você envolve seus braços ao redor de seu amigo peludo, o cão pode resistir aos seus abraços. 

É uma questão de diferença de percepção.  Podemos desfrutar de abraços aconchegantes, mas os cães pensam de forma diferente. 

Os cães não têm braços e seus ancestrais nunca demonstraram amor por meio de abraços. 

Em vez disso, na linguagem canina, se outro cão colocasse suas patas nas costas de outro cão, isso significava domínio para ele. 

Alguns cães toleram abraços, mas outros se sentem inseguros, ameaçados;  e podem simplesmente odiar você.

Observe o comportamento do cão ao abraçá-lo. Se ele se afasta, fica tenso, evita o contato visual, lambe os lábios, puxa as orelhas para trás;  então, não é um bom sinal. Pare de forçá-lo a abraços.

3) Pouca exploração

Outros pais de animais de estimação devem ter falado sobre o treinamento de obediência, mas podem ter pulado o ponto que você precisa deixar seu cão explorar seus arredores.  

Como pais de animais de estimação, sua responsabilidade é mantê-los longe de plantas nocivas, objetos pontiagudos e mortais. Os cães exploram o mundo com seus narizes.

Um filhote de cachorro não é menos que uma criança que adora explorar tudo ao seu redor. 

Basta passar lentamente por diferentes rotas para deixar o cachorro cheirar rosas onde quer que as encontre. 

Esses estímulos sensoriais tornam a vida interessante para o filhote.

4) Tapinhas na cabeça

Quando nosso filhote faz algo por nós, gostamos de apreciá-lo pelo excelente trabalho. 

Sugestão:  6 motivos para esperar pelo relacionamento certo

Você deve ter acariciado a cabeça do seu filhote com entusiasmo inúmeras vezes.

Porém, os cães se sentem ameaçados quando seu rosto ou o topo de sua cabeça são tocados.

É melhor deixar o cão cumprimentá-lo ou ao visitante. 

Após cumprimentá-lo, dê-lhes uma massagem no peito ou em qualquer lugar que eles prefiram ser acariciados. Depois disso, você pode alcançar a cabeça deles.

5) Rotina irregular

Os cães são bagunceiros, principalmente quando brincam com brinquedos, mas gostam de seguir as rotinas da vida. 

Até mesmo uma mudança de refeição perturba o estômago e o humor. Então você pode imaginar o que não seguir a rotina faz com eles.  

Alguns cães propensos à depressão e à ansiedade se incomodam facilmente com mudanças na rotina ou nos arredores.

Prepare um horário para seu filhote brincar, correr, comer, etc. Eles olham para você para orientá-lo de acordo com a rotina e as regras da casa. 

Manter-se organizado e previsível é uma grande fonte de calma para seu filhote.

6) Inatividade e tédio

Você deve estar familiarizado com a sensação de estar perto de pessoas que são chatas. 

Sua total falta de interesse pela vida é irritante. Como pais de estimação, muitas vezes nos envolvemos em tarefas do dia-a-dia e esquecemos de envolver nosso cachorrinho isso o deixa entediado.

Os cães esperam por nós o dia todo, e às vezes não prestamos atenção às suas necessidades. 

Isso é irritante para eles, e podem começar a criar problemas como uma criança quando é ignorada. 

Sugestão:  5 sinais que os rins estão a funcionar mal

A resposta para esse comportamento são ‘jogos de treinamento’. Ensine truques novos a seu filhote, jogue os jogos de ‘encontrar brinquedos’, vá passear, etc. 

Tenha uma hora reservada para jogos de treinamento e deixe-o brincar com brinquedos pelas próximas dois horas para se certificar de que seu filhote está recebendo o estímulo de que precisa.

7) Forçar a Socialização

Os cães têm seus amigos favoritos e alguns inimigos também. Sendo um pai de estimação, você está preocupado de que eles se socializem desde cedo.  

Mas forçá-los a se socializar com determinadas pessoas ou outros cães é simplesmente errado. 

Por exemplo, seu filhote detestará se socializar no parque quando quiser ir embora. 

Assim como as pessoas, eles também terão aqueles com os quais não se dão bem.  Apenas medite e não force a socialização.

Educar um cão amigável que não seja tímido, reativo ou medroso é fácil, mas talvez não seja intuitivo, já que eles não são pequenos “humanos”.

Devemos tentar falar a língua deles e nos comunicar com eficácia.  E o reforço positivo sempre resolverá o problema!

Gostou do artigo?

Média: / 5. Votos:

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -