InícioHistóriasMenino que ficou sem-teto por anos chora ao ver sua nova cama...

Menino que ficou sem-teto por anos chora ao ver sua nova cama e quarto

Este menino e sua mãe foram de abrigo em abrigo por anos, mas graças à ajuda que receberam eles podem viver em paz.

De acordo com a declaração de Direitos Humanos emitida pela ONU, ter acesso à moradia é um direito universal básico.

Uma casa é o que toda família precisa para ter acesso a mais coisas: lugares seguros onde você possa planejar seu futuro, um lugar para dormir e onde as pessoas possam dedicar sua atenção aos estudos ou o que quiserem fazer.

No entanto, muitas pessoas vivem nas ruas e não têm outro lugar para ir, a não ser os abrigos que oferecem ajuda a essas pessoas.

Daerys e sua mãe, Dionna Neely, conhecem muito bem essa dura realidade, pois passaram anos nas ruas de Detroit, nos Estados Unidos.

(Imagem:NBCnews)

Dionna era enfermeira em um hospital, mas desde que perdeu o emprego ela teve que se adaptar à nova realidade e precisa procurar abrigo junto com centenas de outros sem-teto.

Foi assim que chegaram a um abrigo que acolhe famílias sem-abrigo. Lá eles viveram com mais pessoas na mesma situação, mas não tinham um lugar fixo para morar, então foram de abrigo em abrigo. Eles sabem o que é realmente viver na rua.

(Imagem:NBCnews)

No entanto, depois de passar vários anos vivendo de caridade e sorte, eles conseguiram ser credores de uma casa de estado que os ajudou a sair dessa terrível situação, finalmente sua vida estava mudando.

Sugestão:  Ela descobriu no meio do voo que seu marido era infiel e fez com que pousassem o avião para bater nele

Além disso, a organização Humble Design ouviu falar do caso de Dionna e seu pequeno, então decidiram começar a trabalhar e poder dar uma decoração digna à casa desses dois grandes guerreiros.

(Imagem:NBCnews)

Foi então que, de mãos dadas com a equipe da Huble Design, registrando tudo o que haviam feito, eles conseguiram captar a reação de Daerys, que não conseguia esconder sua felicidade ao ver, pela primeira vez na vida, um quarto para poder chamar de ‘seu’.

(Imagem:NBCnews)

As lágrimas não puderam ser contidas, então sua mãe se juntou a ele e eles se derreteram em um abraço carinhoso que os fez agradecer esse enorme gesto que a vida lhes deu. via:porquenosemeocurrio

Gostou do artigo?

Toque nas estrelas para votar.

Média: 5 / 5. Votos: 2

Até agora ninguém votou, vote você!

- RELACIONADAS -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Comentários recentes

Aline Cristina dos Reis Xavier on Até agora ninguém acertou o número exato
Aline Cristina dos Reis Xavier on Até agora ninguém acertou o número exato