4 motivos que levam os gatos a morder

A agressão felina é um problema que preocupa muitos pais de gatos. Por esse motivo, é comum que quem vivencia essa situação se pergunte por que meu gato me morde e, o mais importante, o que fazer para resolvê-lo de forma eficaz e conseguir um comportamento mais calmo em seus gatos.

A modificação do comportamento é um processo lento que exige muita paciência por parte do cuidador, bom manejo e aplicação de orientações adequadas.

Nos casos mais graves, o uso de medicamentos pode ser necessário, principalmente quando os níveis de estresse e agressividade são tão altos que colocam em risco o bem-estar do indivíduo e de todos os membros da família, por exemplo, quando há crianças pequenas em casa e a situação acarreta sérios riscos.

Neste artigo vamos falar em detalhes sobre porque os gatos mordem seus donos, explicando as causas que podem causar o aparecimento da agressividade no felino, o que fazer quando isso acontece e, mais importante, como esse problema deve ser tratado de forma eficaz.

Agressividade em gatos

Para responder à sua pergunta sobre por que meu gato me morde? É essencial rever a formação do caráter do gato e o desenvolvimento da agressividade ou comportamentos relacionados.

Devemos saber que os gatos não são animais agressivos em si. Na verdade, esse comportamento pode ser causado por predisposição genética, por aprendizado. Ou seja, experiências negativas e traumas ou também podemos falar de erros no processo de socialização do filhote.

Para evitar que seu gato o morda, você deve identificar a motivação para a agressão. Diferenciar corretamente os comportamentos relacionados ao jogo do medo, intolerância à manipulação, agressão redirecionada ou dor.

Também é importante identificar os estímulos excitantes que desencadeiam o comportamento agressivo, como ruídos altos e agudos, o aparecimento de pessoas em casa, odores incomuns, a presença de cães e outras situações inesperadas.

Abaixo, revisaremos as causas mais comuns que podem fazer com que um gato morda:

1) Por que meu gato me morde quando eu o acaricio?

Este é um problema muito comum, principalmente quando a linguagem corporal dos gatos e o significado de certas posturas são desconhecidos. Isso se manifesta da seguinte forma: acariciamos nosso gato, que aparentemente está relaxado e calmo, até que de repente ele se vira e morde nossas mãos, com pouca força, agarrando-as com as patas dianteiras.

Sugestão:  10 sinais que o gato dá quando é feliz e ama o dono

Embora possa surpreender mais de uma pessoa sem experiência com gatos, a verdade é que a maioria dos gatos já avisa anteriormente, com movimentos contorcidos de cauda e orelhas para os lados ou para trás.

Mas por que meu gato me morde quando eu o acaricio? Enquanto descobrimos que alguns gatos adoram caricias nas orelhas ou nas costas sem fim, outros vão detestar. Assim, esse comportamento costuma ser um alerta para pararmos de tocar nessa área, geralmente a barriga, embora não seja a única.

Alguns gatos experimentam uma sensação tão agradável de relaxamento e bem-estar que se sentem vulneráveis. Portanto, eles decidem atacar defensivamente. Eles geralmente se arrumam ou realizam outros sinais calmantes para relaxar e voltar ao normal.

O ideal é evitar que o gato ataque. Desta forma, recomendamos a realização de sessões curtas de carícias, reforçando também no final da sessão com a voz ou com alguma guloseima saborosa para que associe manipulação com previsibilidade e experiências agradáveis.

De qualquer forma, evitaremos gritar ou repreendê-lo, pois isso pode fazer com que ele associe a manipulação de maneira negativa.

2) Por que meu gato me morde quando brinco com ele?

Especialmente naqueles gatos que foram adotados prematuramente, observamos comportamentos agressivos relacionados às brincadeiras.

Se você se pergunta por que meu gato me morde enquanto brinca, saiba que os gatinhos aprendem comportamentos sociais apropriados com seus irmãos e sua mãe, que os ensina os limites de brincar ou morder. Na sua ausência, o gato não aprende a manejá-lo corretamente e, inadvertidamente, exagera.

Também pode acontecer que quando as pessoas brincam muito ativamente, e até mesmo grosseiramente, com seus gatos, usando as mãos ou os pés quando o ideal é usar sempre um brinquedo como intermediário para evitar que nos prejudique. Um dos acessórios mais recomendados nesse sentido é a vara de pesca para gatos.

Sugestão:  Se você dorme com o seu cão talvez devesse pensar melhor

Em outros casos, os gatos ficam muito animados, comum em filhotes e gatos jovens, e até atacam pernas e pés quando caminhamos pelo corredor.

A princípio, os cuidadores acham esse comportamento muito divertido quando o gatinho é filhote e o reforçam subconscientemente com palavras gentis e situações positivas. Mais tarde, quando o gato já é adulto, eles se assustam ao receber mordidas severas e dolorosas.

O ideal nessas situações será ignorar completamente o comportamento deles, já que o gato espera atenção, o que é um reforço indireto.

Outro aspecto importante a ser trabalhado nesse tipo de agressão ativa será o enriquecimento ambiental, pois esse comportamento pode ser devido à frustração de uma casa sem estímulo ou à ausência prolongada dos proprietários.

Podemos oferecer ao gatinho uma variedade de brinquedos que vamos rodar, estruturas de escalada ou sessões diárias de brincadeira com o felino.

3) Por que meu gato morde meu nariz?

Se você chegou até aqui se perguntando por que meu gato morde meu nariz, saiba que isso é um sinal de carinho. Os gatos às vezes podem beliscar frouxamente, sem causar dor, como resultado de uma emoção afetiva que desejam expressar.

Em princípio, não haveria razão para rejeitar esse tipo de comportamento se ele não estivesse nos causando dor ou desconforto. No entanto, se não gostarmos, podemos evitar esta situação afastando-nos sempre que o nosso gato o fizer. Se formos constantes, ele deixará de fazê-lo.

4) Por que meu gato me morde e me arranha?

Alguns gatos podem morder muito forte quando se sentem assustados, ameaçados ou em perigo. No entanto, antes de atacar, o gato apresentará vários sinais como miados graves, pêlos eriçados, orelhas para trás, bufos, sibilos e até mesmo uma postura corporal retraída.

Sugestão:  Os gatos adoram caixas por estes 7 motivos

Um gato que se esconde constantemente reflete que se sente ameaçado em seu ambiente e, quando se esconde, o faz porque considera que existe um perigo. No entanto, ao se esconder, ele se sente aliviado e seguro, então em nenhum caso o forçaremos a sair do esconderijo.

Portanto, devemos proporcionar um ambiente bastante previsível, seguro e tranquilo, sem visitas, ruídos ou choques, principalmente nos primeiros dias em casa ou quando apresentam comportamentos relacionados ao medo.

O ideal é transitar moderadamente pela área onde se esconde, aumentando gradativamente o número de visitas, ao mesmo tempo em que associamos positivamente nossa presença com mimos ou palavras amáveis. Não esqueçamos que ele deve ter acesso a uma tigela de água, comida e sua caixa de areia.

O que fazer se meu gato me morder?

Especialmente quando o comportamento do felino não melhora, ou piora, ou quando as mordidas e feridas são graves ou direcionadas a uma criança, é muito importante consultar um especialista, de preferência um veterinário especializado em etologia.

O profissional descartará um possível problema hormonal ou de saúde por meio de exames diagnósticos, como exame de sangue. Além disso, por meio de questionário e visitas domiciliares, nos fornecerá um diagnóstico, orientações personalizadas e até um plano de modificação de comportamento.

É provável que também possa prescrever medicamentos para melhorar o bem-estar do gato e garantir uma melhora progressiva.

É importante atacar o problema o mais rápido possível, porque quanto mais esperarmos, maior a probabilidade de ele se tornar crônico e mais difícil de tratar. Em alguns casos, além disso, o problema pode nunca ser resolvido.

Em qualquer caso, será o veterinário que nos oferecerá um prognóstico. Nosso trabalho será seguir as orientações do profissional e ter muita paciência, pois é um trabalho que leva tempo. via:expertoanimal

Gostou do artigo?

Média: 5 / 5. Votos: 2

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

5 signos mais cruéis

5 signos mais teimosos