Foi assim que consegui virar milionária por conta própria

Crescendo no Queens de classe média baixa, parecia que todos ao meu redor estavam apenas tentando sobreviver. Mas eu acreditava que minha vida poderia ser diferente. Achei que meu trabalho árduo e boas notas poderiam ser os ingressos para uma vida melhor, uma onde não houvesse apagões algumas vezes por ano e eu nunca me preocupasse sobre de onde viria minha próxima refeição.

Então foquei na minha educação. Assim, durante meu primeiro ano de faculdade em Nova York, decidi fazer um cartão de crédito da Bloomingdale’s e comecei a comprar novos casacos, sapatos e vestidos com o meu cartão brilhante.

Olhando para trás, o que eu estava realmente comprando era uma fuga dos desafios de estar sem dinheiro. As roupas que comprei foram minha tentativa de ascensão. Se eu pudesse ter uma aparência adequada, talvez pudesse me tornar parte de uma classe mais alta.

Infelizmente, seu score de crédito não é baseado em quão bom você é em fingir sucesso financeiro. Não demorou muito para que eu adquirisse saldos adicionais de cartão de crédito, além da enorme dívida de empréstimo estudantil de seis dígitos que contraí para financiar a faculdade.

Antes que eu percebesse, eu tinha um score de 480 e vergonha para fechar a equação. E mesmo quando estava ganhando mais, o meu salário entrava e saia todo mês, não sobrava nada para mim.

Mas não deixei que esses reveses financeiros me detivessem. E minha experiência informa o trabalho que faço hoje. Sou empreendedora há 11 anos, mãe de quatro filhos e fundadora da Hello Seven, uma empresa dedicada a ajudar pessoas marginalizadas a construir riqueza. E meu negócio ganha $ 10 milhões por ano.

Nunca houve esquema fácil, simples e rápido para se tornar um milionário. Foi uma longa jornada cheia de altos, baixos e muitas complicações e desafios. Mas, olhando para trás, há três passos cruciais que fiz que abriram caminho para os milhões – coisas que você também pode fazer.

Eu mudei minha mentalidade sobre o dinheiro

Eu costumava acreditar que era simplesmente “ruim com dinheiro” e achava que tinha o histórico de crédito para provar isso. Mas eu não era ruim com o dinheiro, e você também não. Apenas vivemos em uma sociedade que muitas vezes está determinada a nos fazer pensar que sim.

Sugestão:  A melhor posição para dormir para ter um sono profundo e restaurador

Por exemplo, as constantes mensagens da mídia que retratam as mulheres como gastadoras frívolas e irresponsáveis. Mas consegui resistir àquele barulho, uma vez que aceitei que ser “bom com dinheiro” era uma habilidade que podia aprender.

Minha mentalidade começou a mudar depois que comecei a namorar meu marido. Ele cresceu ainda mais pobre do que eu, mas desenvolveu uma mentalidade de abundância.

Ele me ajudou a parar de tratar cada dólar que tínhamos como se fosse o último. Ele crê que somos inteligentes, engenhosos e capazes e que, se algo acontecer, nós descobriremos.

Em última análise, ser “bom com o dinheiro” é confiar em si mesmo.

Então, toda vez que esses pensamentos antigos e prejudiciais do tipo “Eu sou péssima com dinheiro” voltam, eu paro e reformulo meu pensamento conscientemente.

Digo a mim mesma que acredito que posso tomar decisões inteligentes e fornecer segurança financeira para minha família.

E mesmo que eu cometa um erro financeiro ou alguma força externa me faça perder tudo, tenho o conhecimento duramente conquistado para me ajudar a encontrar uma maneira de ter tudo de volta.

Essa prática mental me ajudou a evitar a auto sabotagem e me ajudou a crescer. Comecei a investir em mim mesma, como em programas de treinamento para me ajudar a progredir na carreira e ganhar mais.

E apesar de ter pagado todas as minhas dívidas pendentes antes de iniciar a Hello Seven, não sou contrária a assumir novas dívidas se isso fizer sentido para o meu plano financeiro, como quando comprei minha casa.

Lembre-se de que ninguém é inerentemente bom ou mau com dinheiro. Mas, você pode aprender a administrar suas finanças, assumir riscos calculados e tomar decisões que funcionem melhor para você.

Construí um negócio sustentável e escalável ao longo do tempo

Hoje, minha empresa Hello Seven oferece coaching executivo, uma comunidade fortalecedora e uma educação estratégica para a construção de riqueza, para que as pessoas marginalizadas possam ganhar mais dinheiro.

Mas não cheguei a este ponto da noite para o dia – trabalhei como empresária por sete anos antes de ter meu primeiro ano de sete dígitos – e definitivamente não poderia fazer isso sozinho.

Sugestão:  Ter amigos verdadeiros melhora a saúde, afirma ciência

Eu tive filhos pequenos quase imediatamente após me formar na faculdade de direito, então eu sabia desde o início que tinha que descobrir uma maneira de ganhar dinheiro que não me obrigasse a trabalhar por várias horas e limitar meu tempo de qualidade com minha família.

Tive que pensar em algumas maneiras criativas de aumentar minha receita e fornecer soluções para meus clientes sem estar constantemente à disposição.

Inicialmente, comecei a criar produtos digitais, como modelos de contrato e instruções do tipo “faça você mesmo” para coisas como incorporação e registro de direitos autorais, para ajudar os empresários com suas necessidades legais.

Isso exigiu trabalho inicial, mas acabou se tornando uma fonte adicional de renda passiva para mim.

Com o tempo, o foco da minha empresa mudou do trabalho jurídico para a educação empresarial.

Aumentar minha equipe e delegar responsabilidades a funcionários talentosos e confiáveis se tornou a chave para expandir minha empresa e, subsequentemente, aumentar meu patrimônio líquido.

Também contratei apoio doméstico para me dar o espaço de que precisava para me concentrar nos meus objetivos.

Construir uma equipe – tanto no trabalho quanto em casa – me deu o tempo de que preciso para me concentrar na construção de riqueza para mim, minha família e minha equipe, e me ajudou a evitar o esgotamento físico e mental.

Se você quiser tirar proveito de seu potencial de ganhos ilimitado, eu consideraria construir um negócio sustentável e escalável. Se você não tem certeza por onde começar, comece identificando o que você tem a oferecer ao mercado.

Considere as habilidades, conhecimentos e talentos naturais que você tem que podem mudar a vida de alguém ou fazer o dia de alguém. Escolha algo e transforme-o em um nicho.

Experimente, ajuste, melhore e veja o que acontece. E então comece a montar o time dos seus sonhos conforme você avança, uma pessoa de cada vez.

Eu encontrei uma comunidade de pessoas que compartilhavam da minha visão

Também aprendi que ter a comunidade certa ao seu redor é crucial para construir um negócio de sucesso e riqueza de longo prazo. É por isso que sempre digo aos meus clientes que eles precisam construir o que chamo de “Esquadrão Million Dollar”.

Sugestão:  5 alimentos que você nunca deve dar ao seu cão

A energia e o ímpeto de sua equipe irão elevá-lo, e a criação de conexões significativas com pessoas que pensam como você pode levar ao sucesso prático e final de seus negócios. E foi exatamente assim que aconteceu comigo.

Depois de alguns meses de começar meu próprio escritório de advocacia, ingressei em um programa que envolvia um retiro no Arizona e vários meses de coaching em uma comunidade de colegas empreendedores.

Olhando para trás, esse investimento resultou em milhões de dólares de receita e uma série de relacionamentos incríveis.

Durante esse programa, conheci pessoas que me ajudaram a ter sucesso em todos os aspectos da minha vida e do meu negócio.

Essas pessoas se tornaram clientes, assessores, colaboradores e amigos. Eles me colocaram no caminho certo para onde estou hoje, compartilhando recursos, estratégias e referências.

Dez anos depois, ainda estou conectado com as pessoas daquela primeira comunidade empresarial da qual decidi ingressar.

Eu realmente acredito que passar um tempo conectando-se com pessoas ambiciosas e com ideias semelhantes, você terá mais sucesso para si mesmo.

Eu aprendi que não importa o seu histórico e não importa quais injustiças sistêmicas são empilhadas contra você, você pode ganhar mais dinheiro.

E caso você ainda não saiba, garanto: você merece ganhar mais dinheiro.

Rachel Rodgers é a fundadora da Hello Seven, uma empresa multimilionária que ensina mulheres como ganhar mais dinheiro e construir riqueza. Rachel é a apresentadora do “The Hello Seven Podcast” e fundadora do We Should All Be Millionaires: The Club, uma rede online para mulheres profissionais.

Ela também é autora de “Devemos todos ser milionários: um guia feminino para ganhar mais, construir riqueza e ganhar poder econômico.”

Ela mora na Carolina do Norte com o marido e quatro filhos em um rancho de 214500m² , levando uma vida que está além da imaginação dos seus ancestrais.

Via: Grow

Gostou do artigo?

Média: / 5. Votos:

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

3 signos mais divertidos

3 signos que atraem dinheiro